sábado, 25 de julho de 2009

Pode ser que eu esteja sendo covarde escrevendo essa carta ao invés de falar pessoalmente, mas como você sabe, escrever é o forte e sei que se fosse falar cara a cara com você eu não aguentaria. Quando te conheci, foi num momento meio difícil da minha vida, confesso que ainda está sendo, por enquanto esse é um momento de mudanças para mim e não é a hora certa para me preocupar em dividir a minha vida com alguém, mas queria que você me entendesse. E saiba que eu queria lhe falar uma coisa: "Eu acredito no futuro, como também acredito muito no destino!" Não queria que fosse assim, mas foi minha única escolha, foi minha única saída, o único jeito que eu tinha de fazer você entender tudo que estava acontecendo; mas vou te explicar tudo que se passa no meu coração agora, todos os sentimentos presos e confesso que enquanto eu escrevo essa carta, deixo minha alma falar por mim, através das lágrimas. Você precisa saber que desde quando conheci você e seus amigos, eu mudei totalmente a minha vida, mudei meu jeito de ser, mudei minhas vontades, deixei de sonhar, esqueci que dentro do meu corpo existia um coração e por isso eu sofri, assumo e repito, EU SOFRI MUITO tentando ser alguém que eu não era para agradar aos outros, mostrando apenas uma imagem meio bonequinha para passar confiança para todo mundo. Porém agora cansei e desisto de tudo, pois com a minha vontade exagerada de mudar para agradar as pessoas eu aprendi mais sobre o mundo, por achar que sabia de tudo e por achar que eu era muito esperta, acabei seguindo os caminhos errados por serem mais fáceis, acabei sendo alguém que eu não queria ser, confesso que fui feliz, mas fui pouco feliz, e quando esses poucos momentos de felicidade acabavam, só restavam lembranças e essas lembranças não me davam tanta euforia, eu me sentia cada vez mais vaga, como se faltasse algo, uma peça do quebra-cabeça. Então esse tempo passou, descobri qual era a peça que faltava, era a verdadeira felicidade, era a confiança em mim mesma (coisa que eu não conseguia encontrar antes, por achar que não era capaz). Do nada comecei a me sentir incapaz de realizar meus sonhos e confesso que desisti de alguns deles por medo de errar e não dar certo, eu desisti de parte da minha vida, desisti do meu grande amor, desisti dos meus amigos de verdade, desiste da minha paz. Ás vezes sentia, mas estava realmente acomodada, rodeada de "amigos e amigas", com uma "segunda mãe que me entendia" sem brigar comigo e além do mais, sabia que estava aprendendo mais com a VOZ DA EXPERIÊNCIA e assim as minhas chances de errar seriam menores, estávamos quase unânimes, sentia que era feliz de verdade pela primeira vez na vida. Mas havia esquecido de algo, a vida não é feita apenas de poucos momentos bons ou de conversas boas, também havia me esquecido que para cada erro existe uma consequência e assim não poderia ter medo de errar, por de nada adiantaria eu conversar com a voz da experiência, sem ter minhas próprias experiências, e com isso não lembrava nem como levantar sozinha dos meus próprios tombos. Agora cansei disso tudo, quero ver o mundo do jeito que eu sempre vi antes, apenas com os meus olhos de criança. Não quero mais ter medo de errar, não quero mais dar uma de espertinha e achar que sei de tudo, porque eu ainda sou muito nova, eu ainda tenho muito que viver e que aprender; quero enfrentar meus próprios desafios e passar por todos os obstáculos no caminho. Só assim vou conseguir vencer na vida, uma coisa eu aprendi nesse tempo que passou, nem sempre o caminho mais fácil é o certo. Cansei de errar e ver as pessoas que me rodeiam passarem as mãos na minha cabeça, cansei dessa vida monótona que me parecia ser ótima, e o que eu não sabia? Para mim podia ser ótima, mas na verdade? Era a mais pura e concentrada falsidade que já provei.

0 comentários:

Todos os documentos publicados neste blog, sejam eles fotos ou textos, estão protegidos por direitos autorais, e qualquer mal uso do mesmo será da responsabilidade de quem ás exibir. Favor colocar seus devidos créditos antes de republica-los em qualquer página, seja ela da internet ou não. Obrigada!

Quantas pessoas vieram aqui :

Está procurando por algo ?

About me :

Minha foto
Mineira, 20 anos, escritora desde os 12, inconstante, imprevisível, cruzeirense apaixonada, esquecida e abandonada pelo amor, e talvez, cheia de sonhos. Como dizia o grande Renato Russo: "Nunca deixe que lhe digam que não vale á pena acreditar no sonho que se tem, ou que seus planos nunca vão dar certo, ou que você nunca vai ser alguém."
Documentos, fotos e textos por Anna Luíza HS. Tecnologia do Blogger.

Translate

" Longe de toda negatividade e a onda boa se propaga no ar ... " (Forfun)