sexta-feira, 1 de maio de 2009
Andava pela rua sozinha e desligada do mundo, eram tempos de desilusão e eu acabara de entrar um uma grande enrascada. Alguns sentimentos me confundiam e nem assim eu levantava a cabeça diante daquele bairro escuro e sombrio, estava chovendo e já era tarde, a minha vontade era de chegar á minha casa logo. Comecei á ouvir ruídos, achei que eram ratos e continuei á andar por aqueles becos escuros da rua, quando de repente ouvi passos atrás de mim. Então percebi que não eram ratos comuns e sim ratos maiores, os que costumamos chamar de Seres Humanos. O medo foi tomando conta dos meus pensamentos e confesso que por alguns minutos os sentimentos confusos saíram da minha cabeça, mas antes continuasse com aqueles sentimentos. Um dos passos começou á soar mais forte e foi chegando cada vez mais perto, assustei-me bastante e nem assim consegui levantar a cabeça, nada mais importava para mim, me sentia vazia e sem coração. Os barulhos pararam e a minha teoria era que os ratos já haviam ido embora. Voltaram os sentimentos, desliguei novamente minha cabeça do mundo, permaneci assim por mais ou menos três minutos até ouvir ao longe uma discussão entre um casal, desloquei meus ouvidos para aquela única casa com a luz acesa em meio á um bairro escuro. No início a discussão estava normal, mas aos poucos ela foi tomando um rumo diferente, as palavras que saiam daquela casa eram as principais palavras que reinavam em meus sentimentos confusos: amor, internet, amor novamente, mais internet e assim foi. Percebi que o casal brigava por um site de relacionamento, o mesmo que me deixava em uma grande enrascada. Fez-me lembrar dos tempos em que o amor existente no meu coração era verdadeiro e um simples te amo era uma das palavras mais puras que já existira para mim, isso me fez lembrar dos dias em que eu ainda era feliz: | "Sorridente como nunca me encontrei antes, diante da tela de um site de relacionamentos (hoje diria, diante da tela de um infeliz site de relacionamentos). Lá estava eu, fazendo amigos e namorados ao mesmo tempo, no início tudo eram flores, mas a coisa foi ficando séria e aos poucos comecei á me apaixonar de verdade, aconteceu pela primeira vez e senti o mais puro amor que jamais havia sentido antes, até durou bastante, mas depois acabou. Essa era a melhor experiência da minha vida e logo descobri que era apenas um amor virtual. Foi uma grande desilusão, mas como eu sou uma grande garota insistente, resolvi sofrer de novo e sem medo, fui á procura de um novo amor. Acabei não achando e veio-me novamente a desilusão, não por deixar ir embora um grande amor, mas por não achar esse grande amor. Entrei em uma crise e assim eu resolvi achar um grande amor á todo custo, acontece que não achei apenas um grande amor, achei vários grandes amores e assim, me apaixonei por todos (sinto que não era aquele amor totalmente verdadeiro que havia citado antes, mas era forte). Assim, confundi os sentimento àquela palavra que antes para mim era uma das mais puras, virou gíria. Para todos os mil namorados virtuais que eu tinha, falava te amo e confesso que achava que estava apaixonada. Grande ilusão, sentimentos tão puros que haviam em mim, viraram apenas simples gírias idiotas..." | O leve toque das lágrimas de amor em meu rosto interrompeu minhas lembranças, e eu percebi que finalmente cheguei em casa, a rua escura e sombria já havia ficado para trás e os ratos enormes não me perseguiam mais. Comecei á pensar como a minha vida seria mais fácil se um dia eu não tivesse procurado um grande amor, e agora eu tento me livrar dos grandes fantasmas que assombram meus pensamentos e continua a grande dúvida, se eu deveria ou não ter deixado essa difícil tarefa para o destino. De uma coisa eu estava certa, sinto saudades dos tempos em que te amo era sentimento.

0 comentários:

Todos os documentos publicados neste blog, sejam eles fotos ou textos, estão protegidos por direitos autorais, e qualquer mal uso do mesmo será da responsabilidade de quem ás exibir. Favor colocar seus devidos créditos antes de republica-los em qualquer página, seja ela da internet ou não. Obrigada!

Quantas pessoas vieram aqui :

Está procurando por algo ?

About me :

Minha foto
Mineira, 20 anos, escritora desde os 12, inconstante, imprevisível, cruzeirense apaixonada, esquecida e abandonada pelo amor, e talvez, cheia de sonhos. Como dizia o grande Renato Russo: "Nunca deixe que lhe digam que não vale á pena acreditar no sonho que se tem, ou que seus planos nunca vão dar certo, ou que você nunca vai ser alguém."
Documentos, fotos e textos por Anna Luíza HS. Tecnologia do Blogger.

Translate

" Longe de toda negatividade e a onda boa se propaga no ar ... " (Forfun)