sexta-feira, 30 de abril de 2010
Primeiro, eu não sabia como começar a escrever essa carta, mas é preciso, olha eu  não quero parecer criança e nem quero viver de passado, mas eu lembrei das outras cartas e resolvi escrever mais uma, acho que a última. É tão difícil fazer algo que talvez seja loucura, mas tudo é uma questão de tempo. Não está sendo nem um pouco fácil ter que te falar isso tudo, eu sei que você gosta de mim, pelo menos é o que parece, certo? Eu também curto muito você. Sei que não é amor, e eu não posso e nem quero brincar com esse seu sentimento por mim, sei também que já ficamos e tal, significou muito e foi bom pra saber o que eu sinto de verdade. Sei que deixar de gostar de alguém não é como trocar de roupa, não acaba simplesmente quando você quer. Mas sim quando o coração acha que esse rolo não é mais produtivo. Sabe, eu gostaria muito de sentir o que você sente por mim, mas não quero te dar falsas esperanças. Na verdade, eu poderia te dizer um monte de coisas aqui, dizer que não quero te fazer sofrer, que você merece alguém melhor, mas o certo é que nem eu me sinto bem com essa situação, eu não posso e nem quero continuar tendo que te enganar e me enganar. E eu não quero sentir la no fundo aquele sentimento de culpa por ficar repetindo diversas vezes um te amo que simplesmente não existe, não é real. O que eu sinto por ti é aquele carinho de amizade, de afagos, de desabafos e não passa disso. É constrangedor ter que dizer isso, mas um dia esse vai e vem vai acabar não tendo volta, e sem querer ser grossa, mas esse dia é hoje. Vai ser melhor pra mim? Vai e tenho certeza que pra ti também, se você não quiser continuar sendo meu amigo, vou lamentar, mas vou procurar compreender, mas lembre-se: antes de tudo, eu te amo, não é amor pra namorar, mas de uma forma ou outra você se tornou especial. Não vou te recusar um abraço, um conselho ou um desabafo; você é e sempre foi meu amigo, quero muito que continue assim, se quiser conversar, me procura, mas desculpe, acabou. E além disso, gostaria muito que você entendesse, que plantar sentimentos falsos no coração de uma pessoa, é pior que ouvir que essa história teve um fim.

0 comentários:

Todos os documentos publicados neste blog, sejam eles fotos ou textos, estão protegidos por direitos autorais, e qualquer mal uso do mesmo será da responsabilidade de quem ás exibir. Favor colocar seus devidos créditos antes de republica-los em qualquer página, seja ela da internet ou não. Obrigada!

Quantas pessoas vieram aqui :

Está procurando por algo ?

About me :

Minha foto
Mineira, 20 anos, escritora desde os 12, inconstante, imprevisível, cruzeirense apaixonada, esquecida e abandonada pelo amor, e talvez, cheia de sonhos. Como dizia o grande Renato Russo: "Nunca deixe que lhe digam que não vale á pena acreditar no sonho que se tem, ou que seus planos nunca vão dar certo, ou que você nunca vai ser alguém."
Documentos, fotos e textos por Anna Luíza HS. Tecnologia do Blogger.

Translate

" Longe de toda negatividade e a onda boa se propaga no ar ... " (Forfun)