sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Tô com saudade desse sorriso, e de acordar sempre com um "bom dia" seu, tô com saudade da sua forma única de me convencer, e das nossas discussões sobre "ter ou não ter barba". Tô com saudade de você, da sua voz, do seu "E ai gatona", poxa, como dói... Tô com saudade de te ouvir me xingando e me dizendo sempre que ás vezes a gente acha que é amor, mas é só falta de sexo, não conseguia parar de rir de você, saudade da sua risada. E tô arrependida, mesmo depois de todas nossas conversas, e assuntos "mal resolvidos" que foram todos resolvidos, um á um, no mesmo dia em que me pegou pra Cristo né? (ainda bem, pois talvez agora estaria pior...) Mas me arrependi de verdade, por não ter dito inúmeras vezes o quanto eu gostava de você, o quanto você era importante pra mim, mesmo que escondidinho né? Mesmo que ninguém precisasse saber, como dizia você. E me arrependi de ter te tratado tão mal naquele sábado, me desculpa.
Vão dizer que essa saudade talvez seja culpa, eu já nem sei mais. Te fiz uma pergunta e você respondeu, eu nem agradeci. Essa foi a última vez que conversei com você, teoricamente né? Porque já escutei inúmeras e repetidas vezes seus áudios, e respondo, como se fosse a primeira vez. Desculpa, mais uma vez, e obrigada, se antes esqueci de dizer. Mas dói, dói uma dor insuportável, que já não cabe no peito. Eu achava que perder alguém fosse mais fácil, e que com o tempo a gente superasse, mas não, não é fácil, e a gente até supera, mas a saudade continua, e vai aumentando com o passar dos dias. Quando eu tinha 5 anos me ensinaram que ninguém morre, mas vai lá pra cima fazer companhia pra papai do céu... Depois, aos 10 me ensinaram que a morte é só uma longa viagem, e que um dia vamos nos encontrar de novo, todos nós. E depois que você se foi, aprendi que ninguém morre, mas vira estrelinha; porque todas as vezes que rezo por você, olho pro céu e procuro a estrela mais linda, mais brilhante, e imagino que esteja ali, olhando por todos nós. Sei que não pode ler isso aqui, por isso hoje, nas minhas orações, vou ler pra você ouvir, pra saber o quanto você ta fazendo falta aqui... Poxa amigo, me falaram que com o tempo a dor vira saudade, mas esqueceram de dizer que a saudade é a pior das dores. Eu sei que você não ia gostar de me ver chorando, mas sabe quando não dá? Essa dor não cabe mais aqui dentro. Já faz um mês, e eu ainda não me acostumei com a sua ausência.


"Não vou perder a calma, pois sei que sua alma achou o melhor lugar, os anjos vão te receber. [...] E ele te levou, o motivo? Vai saber! Mas sei que Deus está muito feliz por receber você [...] Hoje eu gritei pro céu, só pra você saber que todo mundo estava com você..."
- Lucas Lucco



Todos os documentos publicados neste blog, sejam eles fotos ou textos, estão protegidos por direitos autorais, e qualquer mal uso do mesmo será da responsabilidade de quem ás exibir. Favor colocar seus devidos créditos antes de republica-los em qualquer página, seja ela da internet ou não. Obrigada!

Quantas pessoas vieram aqui :

Está procurando por algo ?

About me :

Minha foto
Mineira, 20 anos, escritora desde os 12, inconstante, imprevisível, cruzeirense apaixonada, esquecida e abandonada pelo amor, e talvez, cheia de sonhos. Como dizia o grande Renato Russo: "Nunca deixe que lhe digam que não vale á pena acreditar no sonho que se tem, ou que seus planos nunca vão dar certo, ou que você nunca vai ser alguém."
Documentos, fotos e textos por Anna Luíza HS. Tecnologia do Blogger.

Translate

" Longe de toda negatividade e a onda boa se propaga no ar ... " (Forfun)